Nova Era: adaptação para mais 3 ou 4 transições profissionais - Blog Lifelong Workers | Ressignificando o trabalho, a renda e a vida ao longo dela.
nova era onde mulher com traje uturístico usando óculos VR e homem também com óculos, onde seus dedos das mãos se tocam

Nova Era: adaptação para mais 3 ou 4 transições profissionais

Nunca a mudança foi tão intensa o tempo todo. Não parece que agora o que foi ontem, já não é mais e muito menos será amanhã? Reflexos dessa nova era que vivemos.

Ou como Zygmund Bauman já diria, a tal da modernidade líquida. Alguns até já andam dizendo por aí que a líquida parece ter se transformado em gasosa. Bom, nebulosa, parece que a nova era está mesmo.

Mas… não se desespere! Nem perca seu tempo, não vale a pena. Melhor se preparar mesmo para o que ainda está por vir. Até porque ainda serão muitas as transições que viveremos nos próximos 30, 40 anos.

A Nova Era do Ser e não do Ter: a começar pelo seu papel profissional

Será preciso passar por mais de uma adaptação profissional, gostemos ou não disso. Para começar, sugiro que escolha o papel que você quer assumir nessa nova era e se entregue ao fluxo.

Papel aqui não se resume a uma descrição de cargo ou função. Até porque esta forma engessada de pensar em nosso trabalho já anda cada vez mais em desuso. Aliás, como você se apresenta hoje por aí?

O seu papel profissional deve estar condizente com o que você quer deixar de legado para os outros. Isso sim está bem conectado com a nova era.

  • Crie seus cenários futuros alternativos e desenvolva o seu futuro preferido. Participe do “Workshop Minha Vida e Trabalho Rumo a 2025″. Saiba mais e inscreva-se aqui.

A era do ser em vez de ter. Então, em vez de herança de bens, que tal deixar uma herança de feitos incríveis? Já pensou se a grande maioria dos adultos das gerações passadas tivessem pensado assim?

Prepare seu corpo e sua mente para que trabalhem em harmonia para cuidar que essas constantes transições levem você e todo o seu entorno para um futuro promissor.

Adaptações mais do que necessárias: resiliência, flexibilidade, desapego e humildade

Nesta nova era, sobrevive quem for mais resiliente. E se ainda for humilde, as chances de ter sucesso aumentam bastante. Afinal, quem quer apenas “sobreviver”? Eu não! Eu quero é ser feliz!! E próspera! E você, o que quer?

Comece a se preparar ficando em paz consigo, colocando em dia sua própria espiritualidade.

E aí, busque formas inclusive de desenvolver habilidades que potencializem a aplicação dessa sua espiritualidade em seu trabalho.  Sim, espiritualidade e negócios estão finalmente cada vez mais próximos! : )

Um brinde a nova era! Do trabalho, de novas economias, de se viver a vida em vez de sobreviver a ela apenas. Vivê-la todo santo dia, não apenas só depois de se aposentar.

Aliás, será mesmo que a aposentadoria como conhecemos hoje faz sentido nessa nova era?

Observe seu corpo e mente neste momento, após este questionamento. Você se percebeu com um certo apego a um conceito do século passado?

Se sim, hora de agir e fazer um upgrade em seu modelo mental. A nova era não dá muita margem e nem oportunidades, inclusive de trabalhos, para pessoas que não desapegam e não se permitem serem mais flexíveis.

Nova era, novas visões: como anda a sua capacidade de vislumbrar oportunidades?

A nova era que estamos vivendo traz uma lógica completamente diferente. Entramos num mundo mais colaborativo e conectado.

Acordamos, olhamos as notícias, trocamos mensagens por aplicativos… As informações chegam o tempo todo, empresas são criadas a todo minuto, assim como novas soluções para velhos problemas.

E também novas soluções para novos problemas. E até mesmo novas soluções para evitarmos ou mitigarmos problemas futuros! Aaah, esse mundo cada vez mais desenvolvido em Futures Thinking, amo!

Estamos vivendo uma era sob uma nova ótica, na qual a espiritualidade e o resgate de nosso ser e do planeta estão no centro.

Não mais a economia de crescimento “infinito” e o sistema capitalista vigente. Não mais o consumo desmedido. Não mais os grandes no centro de tudo e os pequenos dependentes deles, se sujeitando ás suas regras, voltadas para seus únicos objetivos egocêntricos.

E quando ainda acrescentamos tudo o que está por vir em termos de tecnologias emergentes em nosso dia-a-dia e negócios, imagine só a quantidade de novas oportunidades jamais imaginadas antes?

Serão algumas transições nessa nova era, não apenas uma transição. Profissional, inclusive.

Por esta e outras razões alguns acreditam que hoje, uma pessoa com aproximadamente 40 anos, ainda terá no mínimo mais 3 ou 4 profissões ao longo de sua vida.

Serão tantas mudanças em todos os nossos sistemas que não será uma transição. Vivenciaremos uma bateria de transições nos próximos 20, 30, 50 anos.

Como seria possível então imaginar que o que fazemos hoje, por mais “atualizado” que seja ou esteja, ainda tenha valor e demanda daqui 10 anos?

Nada é permanente, exceto a mudança. Heráclito

Afirmar seria um desastre. Mas há formas de no mínimo cruzar diversas informações, dados e ainda usar de muita intuição para se aferir algumas hipóteses.

E ao aferí-las, é possível também exercitar quais poderiam ser boas tomadas de decisões para o seu agora. Risco por risco, você prefere se arriscar se apegando a uma era que já foi e fica cada vez mais para trás ou investir num possível futuro promissor?

Bom, como em todas as nossas escolhas, há riscos e renúncias envolvidos. Posso falar por mim: como eu trabalho há mais de 10 anos respirando, devorando e imaginando futuros alternativos e relatórios em torno do tema, acabei por antecipar meus movimentos rumo a essa nova era.

Resultado de eu ter investido e me adaptado para a nova era, em vez de me apegar a um passado que não volta mais

O resultado? Felizmente quando a pandemia global inundou o planeta e abalou a economia e os sistemas vigentes, eu e mais alguns colegas que conheci especialmente nos últimos 5 anos de minha vida, estávamos em barcos bem mais robustos do que a grande maioria das pessoas.

É uma espécie de balsa na verdade. Onde cabe bastante gente, cada um escolhe como quer entrar nela, estão todos num mesmo nível e acima de tudo, estamos juntos. Todos conectados e mesmo sem conhecer profundamente quem está ao seu lado, confiam que estamos navegando para mares mais calmos. Mais serenos.

Mas muito certo de que estamos juntos. E de que juntos, somos potentes, mais fortes e nos respaldamos, se necessário. Esta é uma das lindezas da nova era, entre tantas outras.

**** **** **** **** ****

Quer saber como é possível criar visões profissionais e pessoais futuras, mesmo em meio a esta névoa em que parece que a maior parte de nós está vivendo? Assista as aulas abertas ao público que abordarão técnicas e ferramentas de como chegar em uma boa visão para esta nova era e criar seu futuro pessoal desejado. Saiba mais e inscreva-se aqui.

LEIA TAMBÉM:

Coaching de Carreira X Foresight Estratégico Pessoal: Diferenças

Tendências: como acessar a abundância por meio das novas economias

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.